Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

domingo, 3 de junho de 2012

EXPERIÊNCIA BELÍSSIMA EM PORTUGAL

Finalmente consegui parar pra contar minha experiência na Europa. Foi realmente tudo muito perfeito, principalmente porque sempre foi um sonho que enfim se tornou realidade.
É melhor começar falando de quando esse sonho se iniciou. Na verdade, meu grande sonho sempre foi a Austrália, e ainda não desisti. Porém, a realidade de ir ao outro lado do continente é um planejamento a longo prazo, então decidi mudar meu primeiro objetivo pra um mais acessível.
Pois é, Europa! Mas quais países visitar? Bom, Inglaterra sempre esteve nos meus planos, meu número 1, mas e os outros, e quantos dias em cada um? Então, tive dois motivos pelos quais decidi ir em Portugal e Irlanda: meus melhores amigos Bené e Wesley, ambos morando por lá.  E Paris e Roma, sempre foram um desejo de ver tanta beleza retratada somente em fotos, mas estando lá, pessoalmente.
15 dias passei nesses países: Portugal (3 dias), França (3 dias), Itália (3 dias), Irlanda (1 dia) e Inglaterra (5 dias). Posso dizer que foram os melhores 15 dias da minha vida até agora. Não fiquei deslumbrada, nem nada. Só me senti realizando finalmente meu sonho, e muito merecido, pelo qual batalhei esses anos todos. 
Planejar uma viagem não é fácil, e o ideal é viajar com um parceiro que você sabe que vai te ajudar em todas as situações. O tempo que levei planejando essa viagem foi exatamente 6 meses, porém muita coisa foi decidida em cima da hora, o que não estragou em nada a viagem.
Vou começar com meu primeiro destino: Portugal. Decidi entrar na Europa por Portugal pelo simples motivo da imigração, lá é o país de mais fácil entrada, e realmente, não fiquei nem 15 minutos na imigração. O que eles pediram somente foi passaporte e comprovante de estadia. Depois disso fui buscar minha bagagem e só pra sentir o tamanho da sorte, eles estavam pedindo pra todos abrirem as malas e quando foi minha vez, nem tive que passar por isso!! Só me desejaram uma ótima estadia no país! Mas já aviso logo, não contem com a sorte, levem tudo que puder pra comprovar que a viagem é somente a turismo, porque nunca se sabe! Passaporte, Seguro de Saúde, Estadia, Cartão de Crédito Internacional, 75 euros por cada dia que você vai ficar por lá, seja em espécie ou em Cartão Pré-pago Internacional, foi tudo que eu levei e não precisou, mas vale a pena estar prevenido.

Eu e Bené, no centro de Lisboa

Depois de 8 horas e meia de voo, enfim, em Portugal. Peguei um táxi até o albergue em que me hospedei (Albergue da Juventude), e pensa em um albergue perfeito! Super localizado, atendimento de primeira e um super quarto com tudo que tinha direito! Os albergues da Europa são ótimos pra quem não quer gastar muito, e esse em especial, parecia um hotel 3 estrelas. Viagens internacionais agora serão assim, com hospedagem em albergue, porque se for só pra dormir, não compensa gastar tanto. Esse dinheiro pode ser gasto em outras coisas, que foi o que fiz. E mais, os táxis são super baratos em Portugal, andei pra todo lugar de táxi, vale super a pena. Cheguei super cedo em Portugal e assim, bater perna já era o combinado! E pra minha surpresa, conheci um fotógrafo alemão chamado Thomas, com um português impecável que foi super simpático e ofereceu um café e uma conversa pra apresentar a cidade! Que boas vindas, não!! Ainda me emprestou seu celular pra que eu pudesse ligar para o Bené, afinal, ele tirou 2 dias de folgas pra bater perna comigo!! Assim que o Bené me encontrou, decidimos nosso destino: Belém. Lá é tudo muito lindo, bem medieval, mosteiros, castelos, me senti naqueles filmes épicos! Comi enfim o famoso pastel de Belém e realmente, delicioso!! Até trouxe pra Brasília, mas como era de se esperar, não durou um dia! 
Demos uma passadinha na praia, mesmo com um frio daqueles! É tudo muito lindo mesmo, mas a água tava super gelada. Tivemos a coragem de colocar o pé na água, pra depois sair correndo! Foi muito divertido! Saí à noite em Lisboa também, porque é tudo muito perto, dá pra ir andando, e Lisboa é lindíssima de noite, amei!!

Em Belém

No segundo dia, fomos à Fátima. São 2 horas de Lisboa, e o caminho até lá é super lindo, como tudo por lá! Fátima é uma cidade de paz e tranquilidade. Lugar bem religioso mesmo, mas vale a pena visitar não importa a religião, e o Museu sobre a Vida de Cristo foi o momento mais perfeito!
Museu da Vida de Cristo

Em Fátima

Minha consideração sobre Portugal é que é notável que o país está mesmo em crise, a população é muito velha também, não se vê jovens facilmente nas ruas, o que é triste, porque o país vai sofrer com mão de obra nos próximos anos. Sempre ouvi falar que os portugueses odeiam brasileiros, e não vi nada disso. Toda vez que falava que era do Brasil, a conversa tomava uma empolgação muito grande. Isso me deixou feliz, ver que o Brasil tem uma imagem positiva em outro país de língua portuguesa. aliás, o português de Portugal é bem difícil de entender quando eles falam rápido! Fala sério! O clima me surpreendeu um pouco, porque não estava super frio, mas era estranho que começava a chover e era umas chuvas tipo, de 5 minutos. Fomos pego de surpresa várias vezes, principalmente em Fátima! Mas foi bacana, conhecer os portugueses, o João Caires, o Carlos Martins que super preparou uma comida especial de Cabo Verde pra mim, pensa numa pessoa que cozinha bem, e que comida maravilhosa!!!

João Caires, eu e Bené no centro de Lisboa

Mais especial foi enfim encontrar meu amigo Bené Alves que estava lá realizando seu sonho de conhecer Portugal. Há anos que escuto ele falando dessa mudança para Portugal e realmente se concretizou, fez milhões de amigos lá, o que não foi surpresa nenhuma pra mim, e assim, ter conhecido um pouco do país com ele do meu lado foi super especial, afinal, somos amigos de longa data e nossa sintonia continuou lá, em cada momento!

Eu e meu amigo de sempre Bené.

Portugal é um destino que super merece ser visitado, foi uma experiência incrível! Não sei se teria coragem de morar lá, mas quero muito voltar e passar por lugares que não tive tempo nesses 3 dias.


Quem desejar alguma dica ou informação específica, é só deixar um comentário que eu terei o maior prazer em responder!!

Um comentário:

  1. Se tivesse que escolher um país pra morar, claro! Seria Portugal! Não agora, mais quem sabe futuramente. Portugal é lindo! E assim como Portugal, esse texto tbm é lindo! Perfeito! Parabéns Amada! Parabéns!

    ResponderExcluir