Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

domingo, 30 de setembro de 2012

DUBLÊ DE CORPO- TESS GERRITSEN

Tess Gerritsen está na minha lista de escritores pelos quais me encantei recentemente, com uma escrita imensamente instigante e perfeita. Já resenhei sobre O Jardim de Ossos e o O Cirurgião, cliquem para conferir, não irão se arrepender!
Ela escreveu uma série de livros focados em uma dupla de mulheres que trabalham na resolução de crimes no Departamento de Polícia de Boston:"Rizzoli & Isles". 
Jane Rizzoli é uma detetive e Maura Isles uma médica legista. 
"Dublê de Corpo" é o quarto livro da série e foca principalmente na Doutora Maura Isles, o que não deixa de ser sensacional.
Aqui vai minha resenha sobre a minha terceira leitura dela.


Sinopse: A Dra Maura Isles fica chocada ao descobrir que a vítima de um assassino é idêntica a ela própria. Filha única, Maura verifica que o resultado do teste de DNA confirma o fato assustador: a misteriosa sósia é, na verdade, sua irmã gêmea. Agora, uma perigosa investigação de homicídio se transforma numa perturbadora viagem ao passado. Essa jornada levará Maura à mãe que jamais conheceu, uma mulher fria que lhe deu a vida, mas que pode ter um plano para tirá-la. 


"Pondere pela manhã que você pode não durar até a noite.
E, à noite, que você pode não durar até a manhã." (Placa gravada nas catacumbas de Paris)



A história começa quando a Dra Isles volta de sua viagem de férias a Paris e encontra a rua onde mora repleta de policiais extremamente abalados. O motivo? Uma colega de trabalho havia sido morta com um tiro na cabeça. E essa mulher não era nada menos do que o seu reflexo, uma mulher idêntica a ela. O que na verdade não era possível, afinal ela não tinha irmãs.  
Após uma difícil autopsia na estranha tão parecida com ela, uma investigação sobre o seu passado começa a surgir e a revelar fatos que surpreendem não somente Dra Isles, como também todos os seus colegas. 
Paralelo à esse caso, detetive Rizzoli investiga um serial killer  de mulheres grávidas, já prestes a terem seus bebês. Essas mulheres são raptadas e mantidas em uma caixa até darem á luz, quando então, são mortas. Os bebês são cuidados e o assassino entra em contato com agências de adoção particulares. Essa transação é feita, sistematicamente, mês a mês, de Estado em Estado, durante anos.
"Considere o fato de que milhares de pessoas desaparecem a cada ano no país. Se uma mulher grávida desaparece de vez em quando, é apenas um pontinho sobre um pano de fundo mais amplo. Não chamaria a atenção."

Essa investigação é liderada pela detetive Jane Rizzoli que pasmem, está de oito meses de gravidez! Diversas vezes fiquei imaginando como uma mulher a essa altura, prestes a dar á luz, conseguiu ser forte e ágil na caçada ao assassino, encarar piadas dos colegas de profissão e cenas de crime repletas de sangue. Só a Jane mesmo! Minha personagem favorita, sem desmerecer a Dra Isles.
Esse thriller médico é brilhante, e prende o leitor já nas primeiras páginas, mostrando muito suspense além de detalhes das mortes. Mesmo quem tem o estômago fraco pra essas coisas, é certo de se apaixonar pela escrita e envolvimento que a escritora nos conduz.
Leitura super recomendada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário