Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

segunda-feira, 15 de abril de 2013

SUPERNOVA- O ENCANTADOR DE FLECHAS- RENAN CARVALHO

"O fato é que quando é necessário lutar para comer, a vontade de lutar por liberdade fica em segundo plano. A briga por direitos só acontece quando nossas necessidades básicas estão sanadas."

Minha mais nova resenha é sobre mais um livro de fantasia nacional, de uma série chamada Supernova, do escritor Renan Carvalho. E seu primeiro volume se intitula "O Encantador de Flechas". Conheci o livro pelo Facebook da editora Novo Século e foi de encantar! Aliás, a editora Novo Século tem um selo para Novos Talentos que é de admirar! Já possuo alguns exemplares e posso dizer que são escritores fantásticos! Como não apoiar? =D 
Voltando para Supernova, a capa e a sinopse já me ganharam de primeira. Li em um dia e meio, já que a leitura é bastante instigante.


Sinopse: imersa em uma ditadura ideológica, a isolada cidade de Acigam sofre com a ameaça da guerra civil. De um lado, a Guilda, um grupo que usa os ensinamentos da Ciência das energias para exigir os direitos da população. Do outro, um governo tirano, com soldados especialistas em aniquilar magos, nome vulgar dado aos praticantes de tal ciência. No meio desse conflito vive Leran, um garoto prestes a se formar na escola e não sabe qual futuro pode ter em uma cidade como Acigam. Após o envolvimento dos membros de sua família na rebelião, ele percebe que também está fadado a participar da guerra e vive uma aventura alucinante para descobrir mais sobre a misteriosa ciência que permite encantar objetos com a energia dos elementos. Leran deverá conciliar suas preocupações com a irmã mais nova, a recente vida amorosa e o medo de ser capturado pelos terríveis silenciadores.



Bom, o livro é dividido sabiamente em quatro partes – todos narrados em primeira pessoa, a maioria pelo personagem principal Leran, e eu vou resenhar como um todo, tentando não entregar a história por completo, e sim deixando você leitor instigado a conferir essa maravilha de livro!
No início temos um prólogo super interessante revelando como o mundo em que vivemos foi criado por deuses e certas energias, assim como a mistura ou encontro dessas energias resultou no mundo onde a história acontece.
E então conhecemos Acigam, uma cidade que teve suas fronteiras fechadas há 15 anos por muros onde ninguém entra ou sai sem a permissão do governo. O que é ensinado dentro de seus muros são coisas diferentes de fora deles. 
Fora de Acigam, é normal lidar com energias. É desde criança que se aprende a usar, de acordo com sua vontade e personalidade. Lidar com as energias é literalmente praticar magia. Fora de Acigam, a magia é permitida e ensinada livremente, sendo o contrário em Acigam, onde é proibido. Há algum tempo atrás, controlar energias era permitido, porém o governo decidiu caçar os praticantes de magia, denominando-os Magos, e o governo usa uma unidade especial bastante temida chamada Silenciadores para caçá-los.
É nesse cenário que somos apresentados a Leran Yandel, um jovem que está quase terminando seus estudos para ingressar no mundo adulto que tem uma habilidade incrível com o arco e flecha. Essa habilidade ele adquiriu na escola e é super reconhecido por isso por seu professor. Paralelo as aulas, Leran passa bastante tempo com seu avô, Bretor Yandel, na loja da família que fica no centro da cidade. O que ninguém sabe é que o jovem vai lá para aprender a controlar energias.
Em uma dessas visitas ao avô, Leran e ele acabam perdendo a noção do tempo e voltam pra casa tarde. Não é aconselhável andar tarde pelas ruas, existe uma espécie de toque de recolher, e pode acontecer de ser interrogado pelos guardas do governo. Porém, os dois não tinham opção e seguem para casa. No caminho, Leran presencia uma cena de tamanha crueldade, e seu avô percebe que não poderá mais esconder as coisas que estão acontecendo na cidade de seu neto. 
E tem mais segredo sendo mantido do jovem, e dessa vez pela sua mãe Laura e sua irmã Luana, segredo esse que será a resposta pra muita coisa.
Em meio a essa onda de segredos sendo revelados, Leran conhece Judra, uma jovem com afinidades e ideais parecidos com o dele, e daí vai surgir um romance bem bacana, porém com algumas surpresas!
Leran também começa a ficar inteirado da situação em Acigam e a situação vai se agravando. Acompanhamos sua evolução em dominar as energias e seu papel na rebelião, assim como na luta com os Silenciadores. A essa altura novos personagens são apresentados e somos levados a uma trama super inteligente que na verdade nos revela além do trivial, esteja preparado para muitas batalhas de tirar o fôlego! Aos que jogam RPG, essa é uma grande influência que pode ser sentida nas páginas desse volume, além de outras essências captadas das obras de fantasia no geral. 
O que vai acontecer nas páginas seguintes é algo sensacional, já que o autor não poupa de detalhes, não poupa personagens (afinal o sacrifício é necessário em toda guerra) e não poupa surpresas! Ele consegue prender até a última página! Só uma coisa: a terceira parte é um capítulo especial, narrado por uma outra personagem, e que muda ou influencia em qualquer julgamento precipitado, porque em O Encantador de Flechas, nada é previsível!
No final do livro, o autor presenteia a todos com um apêndice sensacional, com uma breve descrição dos personagens, um guia de Acigam com verbetes locais e pontos de interesse, além de conceitos básicos para controladores iniciantes de energia, o que facilita bastante a compreensão da história e termos específicos. E algumas páginas do segundo livro " A Estrela dos Mortos", só pra me deixar na ansiedade da continuação!
Eu super recomendo esse primeiro volume da série Supernova que acredito ter um super potencial pra ser um destaque do ano de 2013, digo isso sem nem pensar, é uma obra de fantasia que como todos estão presenciando, está cada vez mais ganhando espaço no Brasil, com escritores talentosos e de um carisma bacana demais. Com certeza entrou pra minha lista de favoritos!
Eu não gosto de comparar, mas assim como Jogos Vorazes, O Encantador de Flechas tem um que de distopia (um pensamento filosófico que caracteriza uma sociedade imaginária controlada pelo Estado ou por outros meios extremos de opressão, criando condições de vida insuportáveis aos indivíduos), e daí você pode entender que a história terá muito a surpreender!
Segue o book trailer de Supernova, outra produção maravilhosa, nunca vi um book trailer tão bem feito, pareceu a introdução de um jogo! Assistam e tirem suas conclusões, baseados na minha resenha, claro!


Nenhum comentário:

Postar um comentário