Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

domingo, 22 de setembro de 2013

FEÉRICA- CAROLINA MUNHÓZ


Carolina Munhóz é uma escritora que venho acompanhando há um tempo. Sua característica marcante é escrever sobre fadas, a escritora em si parece uma fada! Sua escrita é leve e fascinante, envolvendo o leitor com muitos detalhes culturais tanto do passado como do presente. Já resenhei seu primeiro livro "A Fada" assim como o segundo "Inverno das Fadas", onde a resenha pode ser conferida aqui  =) É realmente gostoso de acompanhar o crescimento da Carolina como escritora, a cada livro esse amadurecimento é perceptível!
Então, agora é a vez de escrever minhas impressões a respeito de seu terceiro livro, Feérica, dono de uma capa de um roxo magnífico e que ainda conta com detalhe super fofo na capa (asas!).

Sinopse: Violet Lashian tem apenas um objetivo: ser famosa em seu mundo. Mas quem nunca se seduziu por esse pensamento? Ignorada pelas fadas de uma sociedade que preza a padronização, a jovem de cabelos roxos decide abandonar seu sofrimento em busca de um lugar entre as estrelas de Hollywood. Bastidores de reality shows. Festas badaladas. Encontros amorosos com jovens milionários. Entrevistas em rede mundial. Fama instantânea, dinheiro e poder. De repente, a feérica se vê cercada pela realidade com que sempre sonhou. Mas será que Violet é capaz de manter a pureza de sua raça mágica em um mundo corrompido pelo deslumbre material? E quais seriam as reais consequências de sua revelação para a existência oculta de seu povo? Você descobrirá tudo isso e muito mais nos próximos capítulos deste livro. 








Violet é uma fada bem diferente da maioria. Ela é viciada no mundo humano e está sempre inteirada do que está na moda por lá, o que a motiva a criar tendências em seu mundo, Ablach. Porém, os feéricos não a enxergam dessa forma. A fada de cabelos violetas é constante alvo de deboches e zombarias. Mas tudo que a fada queria era reconhecimento.

"Mas Violet sempre foi uma fada ignorada. A única feérica que não era deslumbrante, maravilhosa, que não transbordava vitalidade em um caminhar que irradiasse luz. Ela não se sentia parte daquela dimensão. O desejo de evolução da raça feérica existia dentro dela, a necessidade de ser maior, mais poderosa, mais venerada."

Por ser uma fada diferente, Violet costumava quebrar algumas regras em seu mundo. Ela era vista como uma fada rebelde e todos pressentiam que algo ruim ia acontecer. Dito e feito. Vítima de uma armação, a fada de cabelos violeta é acusada injustamente de violar as leis da rainha. Sem saída, ela então resolve fugir de seu mundo chegando em nada menos do que em Los Angeles, cidade do glamour onde todos almejam a fama.
É lá que o sonho da fada vai começar a se realizar. Mas não antes de passar por uns momentos bastante cômicos. Ela se encanta pelas asinhas de frango e pela água preta que faziam cócegas no céu da boca, a famosa Coca-Cola.
A fada se instala em um albergue bem simples, onde o dono, seu Antônio a ajuda a buscar pela fama que ela tanto almeja, mostrando a ela um folheto para se inscrever em um reality show. A fada precisava de dinheiro, além de querer ser famosa e expor sua espécie para os humanos, porque não juntar o útil ao agradável?
Na primeira audição, ela cantou Fairy Tale do Shaman, e como era de se esperar, foi classificada. Como fada, ela tinha uma voz impecável, não teria problemas para ganhar a competição. Mas em um determinado momento da competição, ela se revelou ao mundo como uma fada, e a partir daí não terminou as audições porque ela ganhou seu próprio reality show! Era tudo que a fada sempre desejou!
Porém, é aí que a fada vai perceber como o mundo da fama não parece ser tão perfeito assim. Ela vai aprender isso da pior forma e vai lutar para resgatar sua essência, além de uma resposta para todas as suas ações.
Em Feérica, Carolina nos envolve em uma constante alusão ao mundo real como os títulos de cada capítulo se refere a citações de diversos seriados norte-americanos, além de citar as famosas sagas como Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Jogos Vorazes. Fã de UFC, a autora dedicou quase um capítulo inteiro para descrever um luta, foi bem bacana.
O livro foi escrito de uma forma bem dinâmica com capítulos alternados entre a entrevista que Violet dá a um programa no formato de Talk Show e a narrativa das maluquices da fadinha! Carolina foi muito sagaz em fazer essa diagramação, dá uma leveza sem igual para a leitura e quando você vê, já terminou de ler o livro!
Muito divertido, cheio de gírias engraçadas, com uma boa dose de romance fofinho, Feérica é um livro ótimo que nos ensina que você pode ter o que almeja, não esquecendo das nossas raízes e nosso objetivo na vida.


Fairy Tale- Shaman

Nenhum comentário:

Postar um comentário