Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

RESENHA: ALLEGIANT- VERONICA ROTH

Allegiant ou Convergente em português é o último livro da trilogia Divergente e ainda não foi lançado aqui no Brasil. A previsão é para março de 2014. Caiu na rede um PDF com a versão em inglês e eu aproveitei pra concluir a minha leitura e descobrir todas as respostas. Há os que gostaram, há os que disseram que a Veronica Roth perdeu a linha nesse último livro. Eu, particularmente, gostei da conclusão, afinal a gente não deve esperar que em meio ao caos, os personagens sigam a mesma linha, eles se adequam ou surtam de acordo com o que eles estão vivendo.


Sinopse: A sociedade baseada em facções em que Tris Prior uma vez acreditou está estilhaçada; fraturada pela violência e luta pelo poder e marcada pela perda e traição. Então, quando aparece uma chance de explorar um mundo fora dos limites que ela conhece, Tris está pronta. Talvez além da cerca, ela e Tobias encontrarão uma nova e simples vida juntos, livre de mentiras complicadas, lealdades questionáveis e memórias dolorosas.
Mas a nova realidade de Tris é muito mais alarmante do que a que ela deixou pra trás. Descobertas antigas são rapidamente esvaziadas de seu significado. Verdades explosivas mudam o coração daqueles que ela ama. E mais uma vez, Tris deve lutar para compreender as complexidades da natureza humana – e a dela mesma – enquanto encara escolhas impossíveis sobre coragem, lealdade e amor. Contado por duas perspectivas, Allegiant, escrito pela autora #1 best seller do New York Times, Veronica Roth, traz a série Divergente a uma conclusão poderosa enquanto revela segredos do mundo distópico que cativou milhões de leitores em Divergente e Insurgente.

"Há tantas formas de ser corajoso nesse mundo. Às vezes, coragem envolve arriscar sua vida por algo maior que si mesmo, por alguém. Às vezes envolve desistir de tudo que conhece, ou amou, por uma causa maior. Mas ás vezes isso não acontece. Às vezes não é nada mais que ranger os dentes de dor e trabalhar todo dia, em uma lenta caminhada por uma vida melhor."

No final de Insurgente, uma grande revelação foi feita. Um vídeo de Edith Prior revelou que tem um mundo lá fora. Mas Evelyn Eaton não se importa. A líder dos Sem-Facção se tornou líder de toda a cidade. Usando de seu autoritarismo, controla toda a cidade, impôs um toque de recolher, além de punição a qualquer um que tente agir como sua antiga facção, já que a ideia fixa da mulher é acabar com todas as facções. 
Em meio a esse novo sistema, Tris deve ser julgada por sua traição juntamente com seus amigos, enquanto Tobias precisa fingir que terminou o relacionamento com ela.

"Eu me apaixonei por ele. Mas não estou com ele como se não houvesse outro disponível para mim. Fico com ele por escolha, cada dia que eu acordo, cada dia que nós lutamos ou mentimos um para o outro e desapontamos um ao outro. Eu escolho ele uma e outra vez, e ele me escolhe."

Algumas pessoas não aceitam esse novo sistema e acreditam que um grupo de pessoas deve ir lá fora e tomar conhecimento do que está acontecendo. Esse grupo de rebeldes se chamam Allegiant (Convergente) e claro, Tris é convocada para explorar esse mundo.
Tris, Tobias, Tori, Uriah, Cara, Christina vão ao encontro do desconhecido, já que o vídeo de Edith Prior não explicava muita coisa, além de não terem a menor ideia de quando aquele vídeo fora gravado. Quando eles conseguem chegar a esse "mundo", eles percebem que a verdade não era bem o que eles esperavam. O mundo em que vivem não é o mundo que eles conhecem. Os problemas são mais assustadores e mais uma vez eles devem lutar, pela paz que eles tanto almejam, pelas pessoas que eles amam, por eles mesmos. Pela vida.
Tris, Tobias, Christina, Uriah, Cara, Peter, Caleb. Eles devem lutar. Mesmo que essa luta represente perder alguns em meio a batalha.

"Suponho que um fogo que queima tão brilhante não é feito para durar."

Gostei bastante da conclusão, a escritora desenvolveu essa trama de forma sensacional. Esse último livro, narrado por Tris e Tobias, foi mais dinâmico ao meu ver. Gosto muito do Quatro,  e ver a história a seu ponto de vista, foi excelente. Mesmo depois dele ter feito muita besteira nesse último livro. Nos outros a impulsiva sempre foi a Tris, nesse ele se superou.
Não importa a quantidade de spoilers que você já deve ter lido por aí, nada substitui a emoção de ler e acompanhar cada momento, seja pra ficar com raiva da autora, seja pra buscar entender o sistema e o porque de muita coisa.
Esse livro ensina o que é lealdade, perdão, amor e altruísmo. 

"Uma escolha decide quem são seus amigos.
Uma escolha define suas crenças. 
Uma escolha determina sua lealdade... Para sempre.
Uma escolha pode te transformar." Divergente


"Uma escolha se torna um sacrifício.
Uma escolha se torna uma perda.
Uma escolha se torna um fardo. 
Uma escolha se torna uma batalha. 
Uma escolha pode te destruir." Insurgente


Nenhum comentário:

Postar um comentário