Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

RESENHA: A RETOMADA DA UNIÃO - BÁRBARA MORAIS

 "Final feliz é um luxo que a maior parte de nós não tem, Andrei."

Resenha do incrível desfecho da trilogia anômalos!


Sinopse: Depois do atentado que ficou conhecido como Massacre Amarelo, a situação em toda a União está crítica. Para a maioria das pessoas, Sybil está morta. A tensão entre humanos e anômalos é palpável, e Fenrir se apodera da fraqueza de seus semelhantes para se intitular o herói da revolução. Com a ajuda de novos e velhos aliados, Sybil resgata seu passado ao mesmo tempo em que tenta conquistar um futuro diferente para seus iguais. Peça-chave no plano para deter os principais inimigos do Estado, a garota se encontra em meio a um jogo político abarrotado de intrigas e mortes. Prepare-se para desvendar os maiores e piores segredos que estão por trás do desfecho desta eletrizante trilogia.

"Meu peito se aquece quando o encaro, surpresa por vê-lo aqui. Não acredito que ele veio, que deixou seu pai sozinho e decidiu seguir um monte de malucos para um lugar que não sabia onde era."

Depois do  caos no comício que aconteceu no final de A Ameaça Invisível, Sybil precisa se esconder de todos, pois eles imaginam que ela esteja morta. Inclusive sua família. Com a ajuda de Hassam e Hannah, ela é levada para um local conhecido como O Sindicato, comandado por Idris, uma mulher poderosa e pra lá de misteriosa. Apesar de Idris ser um pouco intimidadora, ela recebe todos que estão fugindo do conflito da União, não importa se são anômalos ou humanos. 

Todas as cidades especiais estão cercadas e o pior: sem água, luz e comida suficiente. Esse tipo de situação, ainda favorece Fenrir, que fica cada vez mais poderoso ao passo de conseguir se tornar o símbolo da revolução anômala. Como ele conseguiu isso? Com a ajuda do Aurora, um grupo de jovens extremistas que acreditam que a força é melhor do que o diálogo e de Felícia, uma garota aparentemente inofencível, mas que sem ela, Fenrir não teria sucesso em busca de poder e controle da União.

"O que mais admiro em você é como continua caminhando, continua viva, não importa o que aconteça. O passado não é uma âncora para você, é o combustível. Queria ser corajoso assim."

É então que nossos guerreiros, Sybil, Andrei e Leon entram nesse jogo político, cada um com seu papel decisivo em busca da igualdade. Além disso, mistérios rondando o acidente do Titanic III, em que Sybil foi a única sobrevivente, finalmente veem a tona! Os jovens há tempos estavam tentando traduzir uns documentos que Sybil roubou por curiosidade na primeira missão para o governo e agora as respostas deles vão ser de grande valia nessa revolução!

A Retomada da União tem um final super digno. Recheado de ação e finalmente respostas para todos os mistérios, a autora conseguiu linkar todas as dúvidas dos livros anteriores, sem deixar nenhuma ponta solta.
O crescimento da nossa protagonista é outro aspecto bacana. Sybil vai amadurecendo e aprendendo a controlar ainda mais seus poderes, claro, sem não enlouquecer os leitores um pouquinho, tomando atitudes impulsivas. Nada que não seja característico dos protagonistas das distopias.
Continuamos a conferir o romace dela com Andrei, e não poderia deixar de comentar em como não soou em nada meloso durante toda a trilogia. Por isso foi um casal carismático e com uma super torcida até o final.
Ah, e o final? Bombástico, justo e com uma série de sacrifícios e sequelas, essa seria a definição ideal.

Como fã de distopias, essa com certeza entrou para a lista de favoritas por uma série de motivos! Autenticidade e originalidade, já que não vi nada parecido no que conferi por aí; escrita fluida, dinamismo e personagens carismáticos, juntamente com uma trama incrível me fazem super indicar a leitura da trilogia anòmalos para todos os amantes de uma boa escrita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário