Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

domingo, 6 de dezembro de 2015

RESENHA: SUSSURRO - BECCA FITZPATRICK

Se existe um tipo de livro que me chama a atenção no mundo sobrenatural, são os que dedicam a escrita aos Anjos. Já li bastante livros relacionados ao tópico, mas faltava uma saga americana que acabei não lendo antes por falta de tempo. Hush Hush, da Becca Fitzpatrick ,
Aqui segue minhas impressões.


Sinopse: Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurrasse para ela. Não até a chegada de Patch.
Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais sobre ela do que seus amigos mais íntimos.
Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E, quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.

"Os olhos de Patch eram como órbitas negras. Absorviam tudo e não devolviam nada. Não que eu quisesse saber mais sobre ele. Se não gostei do que vi por fora, duvidava de que fosse gostar do que espreitava lá no fundo. O único porém é que isso não era bem verdade. Eu adorei o que eu vi. Músculos longos e esguios nos braços, ombros largos, mas relaxados, e um sorriso que era meio debochado, meio sedutor. Estava difícil convencer a mim mesma de que deveria ignorar algo que já começava a parecer irresistível." 

A trama é bem simples: Nora Grey é uma garota sem muito atrativos que um belo dia chega em sua aula de Biologia e descobre que seu professor quer mudar a dinâmica da aula trocando os pares que estavam juntos desde o início do ano. Ao invés de sentar com sua melhor amiga Vee, ela acaba sentando com o aluno novo, Patch. Assim que começam a trabalhar juntos, o misterioso Patch começa a provocar e discutir com Nora, agindo como um completo idiota.

A partir daí coisas estranhas começam a acontecer: Nora acredita que está sendo seguida; alguém se joga em frente ao seu carro enquanto ela está dirigindo de volta para casa e uase arranca a porta do passageiro fora. Esses acontecimentos a levam a suspeitar de Patch, já que ela percebe que ele está em todo lugar que ela passa.

E os acontecimentos estranhos não param por aí: Patch consegue conversar com Nora através de sua mente, e mais, consegue também colocar pensamentos em sua cabeça.
Além disso, a jovem percebe que Patch possui uma cicatriz em suas costas, e curiosa, faz uma pesquisa na internet para surtar ainda mais de que talvez Patch não seja um humano!

Nora tem medo do rapaz, ma ssente uma inexplicável atração por Patch. Será que ela pode confiar nele? Ele se mostra confiável quando a salva de uma situação inusitada e a partir daí eles se deparam com alguém ainda mais perigoso que aparece em busca de vingança.

Becca Fitzpatrick escreve um livro super fácil e leve, daqueles que você mata a leitura em um dia. Mas tenho que afirmar que não achei muito interessante: mocinha sem graça, bad-boy que quer se auto-afirmar e é isso. A questão sobrenatural foi substituída por diálogos sem graça e personagens sem nenhum tipo de carisma. Críticos comparam essa saga bastante ao Crepúsculo, daí se você gostou dos vampiros, vai curtir esse também.
Para mim, foi uma leitura para relaxar sem muitas expectativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário