Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

BARCELONA - ESPANHA

Última parada da minha eurotour foi, Barcelona. Infelizmente só tive um dia para conhecer alguma coisa de lá. Peguei o voo de Viena no dia 18 de novembro/15 no horário de almoço, uma pena ter atrasado, porque daí eu cheguei no aeroporto de Barcelona umas 15:30. De lá, peguei o ônibus para a praça de Catalunya, que custou 5.90 euros. Como eu estava faminta, na praça mesmo, procurei algo para comer antes de descer para o hostel Black Swan, uns 10 minutos de lá. 
Chegando no hostel, que é muito bacana, super recomendo, dei uma descansada e ao mesmo tempo estava aguardando minha amiga chegar. Ela chegou em Barcelona antes e só consegui fazer alguma coisa com ela naquele dia. 
Jantamos em um restaurante perto da praia, pedimos uma paella acompanhada de uma sangria. A sangria foi maravilhosa, já a paella não curti muito. Veio uma porção muito grande e esfriou rápido demais também. Pagamos 12 euros pela refeição. Depois que pensamos que devíamos ter pedido só uma porção para as duas, na próxima vez não tem erro.
Do dia 19, eu só tinha até às 10:00 para visitar algum lugar turístico em Barcelona, daí escolhi pegar o metrô para a Sagrada Família e para o museu de arte de Catalunya, que quando o ônibus do aeroporto passou, vi uma fonte lindíssima e precisava voltar lá.
Acordei às 6 da manhã, peguei o metrô, que custou 2.20 euros, para o ponto da Sagrada Família. Achei bem fácil andar de metrô por lá, é tudo muito bem sinalizado. No meio do caminho para o metrô, passei pelo Arco do Triunfo, outro ponto turístico belíssimo de Barcelona.
A Sagrada Família é uma igreja belíssima, mas não me encantei muito, porque imaginava ser bem isolada das pistas principais, e quando cheguei lá, vi que era em uma avenida normal. Não consegui tirar umas fotos legais, mas consegui aproveitar a vista.
De lá, desci correndo para o museu, só que chegando lá, vi que a fonte estava desligada, acabando com a minha vibração.
Voltei ao hostel para fazer check-out e descer para o porto de Barcelona, onde iria receber as malas para embarcar no cruzeiro de volta ao Brasil.
Fiquei com aquela sensação de quero mais, preciso voltar a Espanha e passar mais tempo. O país é aconchegante, achei bem parecido com o Brasil, pessoas receptivas, locais fáceis de achar e muita cultura espalhada. A Espanha entrou nos meus planos de visita a Europa em breve.









Nenhum comentário:

Postar um comentário