Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

COLÔNIA - ALEMANHA

Cheguei em Colônia por volta das 21:30 do dia 10 de novembro/15, e até aí tudo bem. A parada do Megabus foi no aeroporto de Colônia, o que achei super localizado. Minha amiga asiática me ajudou a comprar o ticket do metrô para chegar ao centro da cidade e lá também descobri que um rapaz iria para o mesmo hostel que eu. O ticket custou 2 euros e 80 centavos.
O que não contávamos era com um acidente nos trilhos, inoperando todas as linhas para o centro. O único jeito, foi descer para o centro de táxi, juntando pessoas que iriam para a mesma direção. Juntamos 4 pessoas e pagamos 10 euros cada.
Chegamos no Black Sheep Hostel quase meia-noite e as pessoas só falavam em uma coisa: Carnaval! Eu cheguei na cidade sem noção alguma de que o dia 11 de novembro era Carnaval na Alemanha! Confesso que fiquei meio decepcionada, porque não curto muito essas festividades, mas já estava lá, era aproveitar o máximo para conhecer os pontos principais.
Acordei cedo pra ver se eu conseguia pegar algum free walking tour, mas de acordo com o recepcionista do hostel, por conta do carnaval, ele não iria acontecer. Então, tive que conhecer a cidade por minha conta. Saí pra tomar café e já pude ver várias pessoas fantasiadas e bebendo desde cedo. O Carnaval deles acontece no dia 11 de novembro e eles bebem das 11 da manhã até às 11 da noite!


Depois do café, fui direto ao lugar que eu mais queria conhecer na cidade, o Museu do Chocolate ou Imhoff-Schokoladenmuseum, que fica bem no meio do rio Reno. Ele mostra a história do chocolate, como o chocolate Lindt é fabricado, uma degustação e no final uma loja, que mais parece um supermercado, com chocolates da marca. A entrada custou 6, 50 euros para estudante.
















Depois, segui para a Catedral de Colônia, ou em alemão: der Kölner Dom. Uma construção gigantesca, que demorou séculos para ser construída no estilo gótico e que resistiu aos bombardeios aliados durante a Segunda Guerra Mundial (sete bombas atingiram a Catedral mas não foram capazes de abalar sua estrutura). Suas gigantescas torres de 157 metros são as segundas maiores da Europa (perdendo apenas para a de Ulm, também na Alemanha). Nela estão guardados (ou pelo menos acredita-se), desde o final do Séc XII, graças ao Kaiser Friedrich Barbarossa, os restos mortais dos 3 Reis Magos.









Depois das duas atrações, fui decidi passar um tempinho apreciando a vista do Rio Reno. Por conta do carnaval, tinha muita gente se divertindo por lá, festas no barco e muita, mas muita bagunça, regada a música alemã.























Terminei de visitar a cidade de tardezinha, por volta das 18:00. Voltei ao hostel, peguei minha mochila e fui no desafio de pegar o metrô para o aeroporto. Não que fosse difícil, mas tinha muita gente pegando o metrô e fora os arruaceiros nas ruas e nos vagões. Enfim, consegui chegar no aeroporto, antes do horário do Megabus para Berlim, então aproveitei o tempo para fazer um lanche e descansar, já que o ônibus sairia às 22:20.

Impressões de Colônia: é uma cidade linda, sem tantas atrações, é possível conhecer a cidade em um dia. O que me incomodou mesmo foi a bagunça por causa do Carnaval. Não pude tirar tantas fotos bacanas dos lugares turísticos, já que estavam lotados. Mas adorei o museu do chocolate e a catedral é de uma beleza e tirar o fôlego!

Nenhum comentário:

Postar um comentário