Quem sou eu

Minha foto
Prazer, me chamo Kênia, moro em Brasília – DF, sou professora de inglês, canceriana, torcedora do Palmeiras, amante de chocolate e gatos. Tenho como paixão a música, especialmente o rock. Minhas bandas do coração são o Oasis e o Skank. No mesmo nível de paixão está a leitura e o cinema. Adoro seriados inteligentes e de super heróis, e às vezes algo meloso e fofinho pra dar uma equilibrada. Leio de tudo um pouco, mas sou fascinada por distopias, thrillers, fantasia e mitologia. Tenho uma queda pela escrita do Neil Gaiman e do Stephen King e adoro descobrir escritores novos de escrita instigante, principalmente os nacionais. Amo viajar e conhecer novas culturas e lugares históricos. Londres é meu lugar favorito no mundo e tive a oportunidade de desbravar essa maravilha de cidade três vezes. Já pisei em 12 países e só penso em aumentar a lista. Iniciei esse blog há 3 anos com o intuito de compartilhar experiências de um pouco de tudo: resenhas de livros, viagens pelo Brasil e pelo mundo, dicas de inglês, experiências e pensamentos pessoais. Divirtam-se ♥

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

RESENHA: O GUARDIÃO DA ÚLTIMA FADA - MARCELO SIQUEIRA

O Guardião da Última Fada é o novo livro lançado por Marcelo Siqueira, coautor da trilogia O Príncipe Gato. Contando com um prefácio escrito pela Renata Ventura, autora de A Arma Escarlate, ela nos prepara para as sensações que esse livro nos proporciona, que remetem à clássicos da fantasia: as loucuras do País das Maravilhas, a Cinderella e seus ratinhos falantes, as batalhas de Nárnia, a bizarra viagem de Chihiro e o Pequeno Príncipe e sua amada rosa. 
É o que esse livro proporciona, só que escrito por um brasileiro! É um conto de fadas atual e nacional!


Sinopse: "As eras de glória arrastam-se para a escuridão. Maya, o berço das fadas, único centro da criação, começa a se desmantelar na história do tempo. Uma a uma as estrelas estão se apagando, e com elas os espíritos celestes que as governam."
Foi em uma noite qualquer que Enzo, um jovem de catorze anos, teve seu primeiro contato com o outro mundo. Começou com uma voz doce lhe sussurrando ao pé do ouvido, até que se transformou em uma onda de acontecimentos inacreditáveis. Sem saber distinguir sonho de realidade, e obcecado por desvendar os mistérios, ele mergulhará em uma jornada sem volta; uma jornada tão importante e impactante que decidirá nada mais nada menos do que o destino da Existência. 

"Não se pode ter pressa. A calma e a tranquilidade são elementos fundamentais na jornada. O Processo é lento. É um desenvolvimento a longo prazo."

A aventura de Enzo já começa nas primeiras páginas, que envolto em um sonho, ele se encontra em um lugar escuro, e quanto mais ele avança, maior e mais infinito o lugar parece. Ele avança porque uma voz doce o chama, pedindo por ajuda. Em um determinado ponto, ele para em frente a uma porta cheia de símbolos pintados de vermelho e sem pestanejar, ele chuta a porta e entra no cômodo. A voz continua chamando pelo garoto e ele não sabe se continua em busca da voz misteriosa ou se esconde dos perigos que podem existir por lá. Ele se vê diante de várias portas e ao abrí-las, encontra várias criaturas mortas.

Após diversas frustações ao abrir as portas, uma voz masculina o encontra e o leva para um lugar mais seguro. A voz masculina é de um anão e Enzo não sabe se deve confiar nele, mas o segue mesmo assim para um jardim abandonado, deixando a imagem de um castelo para trás. A cabeça dele está confusa e preocupada em achar a dona daquela voz, o que ele não imagina é que algo super importante está para acontecer e que vai mudar sua vida para sempre. Fugindo das batidas assustadoras, Enzo segue o anão de olhos cor de ouro. Eles começam a avançar por uma floresta e de repente sua visão começa a distorcer e ele acorda na varanda da casa de campo de seus tios. 

Esse sonho estranho não sai de sua cabeça e o garoto não consegue mais dormir. No dia seguinte, Enzo se envolve em ajudar seu tio nas tarefas de casa até o finalzinho da tarde e após sentir uma pressão no peito, decide buscar lenha na floresta. Mesmo caminhando cautelosamente por lá, ele sente uma forte dor em sua cabeça e de repente se encontra desacordado. 
Esse pequeno acidente o leva novamente para o mundo mágico e ele encontra com aquele mesmo anão de seu sonho. O anão parece meio aflito e leva Enzo para um ponto da floresta. Lá, ele retira uma semente, arremessa em uma rocha cinza e pede para Enzo regá-la. Mesmo incrédulo, Enzo rega a pedra e uma rosa azul brota, deixando o garoto admirado! O que ele ainda não percebeu é que com isso, ele é o Último Guardião da Última Fada!

"Você é cheio de perguntas. Entendo sua preocupação. Mas muitas vezes falhamos em nossas missões por nos precipitarmos." 

Enzo tem a missão de proteger a rosa dos inimigos conhecidos como Devoradores de Fadas. E em proteger, ele vai conhecer várias criaturas fantásticas como a Coruja que usa calças, o lobo ancião, a doceira do Nhô Urso, um touro apaixonado por uma sereia, bonequinhos suicidas feitos de bombas de chocolate e muitos outros. Cada personagem traz uma mensagem que vai contribuir para o amadurecimento do garoto Enzo e na realização de sua missão.

São 239 páginas de um mundo fantástico incrível que Marcelo estruturou muito bem! A escrita é bem fluida e os personagens muito bem contruídos. Como eu já conferi a escrita dele na trilogia do Príncipe Gato, esse livro me encantou ainda mais. Me encantei com cada cena, cada personagem que se encaixou perfeitamente na missão do querido Enzo. A última frase do livro me deixou meio intrigada: será que vai haver uma outra aventura? Espero que sim!

Leiam essa maravilha da literatura nacional e se encantem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário